A Importância da massagem no pré-operatório



A massagem gera um profundo estado de calma e bem-estar em nosso organismo. Mas você sabia que essa terapia traz muitos benefícios ao seu corpo, se aplicada, antes da realização de várias cirurgias?


Porém, antes de seguir com o texto, faço questão de lembrar, que existem contra-indicações. Portanto, sempre converse com o seu médico, antes de receber massagem em seu pré-operatório.


Quando pensamos em saúde e bem-estar, é fato, que a massagem aumenta o oxigênio nos tecidos, estimulando a circulação sanguínea, relaxando os músculos e melhorando a flexibilidade das articulações. O toque da massagem consegue “desligar” o nosso corpo, algo que raramente conseguimos fazer hoje em dia.


Primeiramente, o relaxamento ajuda a diminuir a apreensão e a tensão que uma cirurgia causa no paciente, dando a oportunidade de um toque positivo; e além disso, já sabemos, que o bem-estar interior se projeta em nosso corpo e mente.


Segundo, somos um sistema conectivo. É impossível manipular uma parte sem afetar o todo. No Livro Manipulação do Sistema Conectivo - Terapia Manual Avançada, o autor Renato Vilella explica bem essa interação de nosso corpo, “ O Sistema Conectivo funciona em uma organização caótica de ação e reação, causa e consequência. O Tecido Conectivo possui em toda sua extensão diversas estruturas específicas com funções próprias. Ao reunirmos essas estruturas, obtemos sua globalidade funcional associada à lei de ação e reação.”


Diante disso, é imprescindível entender o poder terapêutico da massagem no pré-operatório. É através dessa terapia que o seu sistema conectivo, ou seja, o seu corpo se prepara para uma maior fluidez dos líquidos corpóreos, uma melhor nutrição tecidual para a cirurgia e como consequência, uma excelente reabilitação, assim, como foi dito, toda ação gera uma reação, e neste caso, é a massagem ajudando no equilíbrio corporal, com uma melhor recuperação.


Para exemplificar, vou mostrar como o estímulo da massagem vai preparar o seu organismo para a cirurgia. Os nossos ossos são supridos de sangue que em conjunto com os músculos permitem o movimento do corpo. A massagem estimula os músculos eliminando das fibras musculares, resíduos, como o ácido lático , além de nódulos de tensão, permitindo o seu movimento e relaxamento no nível ideal. Também melhora a absorção de nutrientes pelo trato digestivo, desintoxica os tecidos intersticiais e provoca uma maior diurese. Ao mesmo tempo, essa terapia estimula o sistema nervoso através do toque na pele, permitindo ao corpo descansar e aos processos regenerativos entrar em ação.


O corpo trabalha continuamente para manter um equilíbrio saudável, assim o estímulo da massagem chega na circulação sanguínea, onde aqueles resíduos dos músculos são transportados pelos capilares e veias, facilitando a entrada de nutrientes para todos os órgãos. Lembrando que os efeitos da massagem, também beneficia o ritmo cardíaco. Já no sistema linfático, a massagem ajuda a remover os detritos metabólicos, mantendo o corpo saudável e aumentando o seu sistema imunológico. Isso permite o corpo se recuperar mais rapidamente dos traumas ocasionados pelas cirurgias.


E por último, temos a massagem atuando na pele, aumentando o suprimento de sangue localmente, ajudando a mantê-la nutrida, saudável e elástica. Então, podemos concluir que a massagem no pré-operatório, não só relaxa e tira a tensão, mas, também interage em todo nosso sistema conectivo, preparando o nosso corpo para a cirurgia e um bom restabelecimento.


Bom, hoje , eu falei dos benefícios da massagem no pré-operatório, mas sem dúvida alguma, essa terapia também é muito importante no pós cirúrgico. Mas isso, é um tema para outro momento. E cá entre nós, fica a dica, que se tratando do seu corpo, procure sempre profissionais capacitados na área.